ironia

Doçuras (e travessuras), ou Os Açúcares Líquidos ou Tátudoerradoissoaí

O doce a gente sente na ponta da língua, é prazer imediato. É até antecipado, às vezes. Chocolate suave, nubla e entorpece, e depois se vai. Rápido como vem, depressa se esvai. Energia num momento, no outro tristeza e ansiedade. É preciso mais.

O amargo vai na garganta. E fica. Produz umas caretas às vezes. Em alguns casos, até dá prazer se é algo especial. Mas o amargo mesmo, só fica na garganta. Desprezado no paladar popular, terror das crianças, marca do desagradável.

Divulgar conteúdo