.

Sou um ponto
perdido em espaço infinito
ou tenho algo como uma reta
um milhão de pontos adiante

Ainda um ponto assim
tanto quanto são
também sou interrogação
Tanto que sei
sei ser reta a reta
e seu pontos marcados, finais
final Certo
e finalmente
também não sei

Porque se interrogo
(e não sei porque questionar)
se desfaz num instante
desce pelo ralo
desintegrado
milhares de pontos, cacos
vasos quebrados
Eu não sei onde estou
mas sei que estou
O tanto que interrogo sem resposta
e pranto que rogo sem um sinal
é o quanto a mesa está posta
é tanto que se completa o jarro
é nada, é tudo

E ainda, sou um ponto
e quero me medir
saber o que é um ponto
O ponto sente?
O ponto vive?
O ponto existe
Ele pontua brevemente um lugar
(um lugar pequeno)
em um ponto do tempo
Um caco se desmancha?
Um caco se remonta a outro?
Um caco é barro
é pó
é um ponto

Será que minha reta
se eu tiver uma reta
passa pelo seu ponto?
Ou seremos muitos pontos?
Alguém traça retas?
Alguém conserta jarros?

Sou eu e você um desenho desmontado?
Ligue os pontos, por favor
quem souber e estiver ouvindo
Eu sou pedaço
sou muitos cacos
Você é também?
Será que somos algo inteiro?

Só não sei que quero
quero algo de se ver
Vejo quase nada
Quase tudo,
desarranjado?

Quero ver você
e ver o desenho
Eu quero o jarro cheio!
Cheio de mim, porém
sou um caco
um ponto
à me perder no oceano
Só um barco frágil
sabe ser bravo
Saber existir
é bravura
ou loucura
Não se entregar a si
por estúpida cegueira
mas se completar ao amor
é pontuar enfim
o fim do caco
será o fim do barco?
Quando termina o livro?
Serão muitas páginas?
E não tenho resposta
pois o hoje se pontua
e o amanhã
é só um caco, mais um
uma interrogação
e todo meu mundo
é mais um ponto
Ou muitos
como eu num espelho
como eu nos seus olhos
que se podem fitar num ponto
Seremos infinitos?
Seremos retas?
Só não temos respostas
e assim se desenha
o nosso belo jarro?
o nosso intrincado padrão?
são muitas questões
só uma resposta
Eu sei
sendo ponto
posso ser feliz
sendo não-pronto
posso ser inteiro.

Acho que não consegui me

Acho que não consegui me expressar de fato, mas não dá pra mexer mais. Fica aí que o próximo, se Deus quiser, vem melhor.

E ae rapaiz...

E ae rapaiz... bonzinho???
Sabia desse seu lado poera naum ehin, muito massa

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Mais informações sobre as opções de formatação