Tentativa...

Procuro em vão
Palavra doce, palavra poesia
Para indescrever sentimento multicolorido
Doce aroma de chuva alegre
Suave ruído de alma e fé
Não, não há
Não há pássaro que cante
Ou sereia que encante
Só isso que há
E há, não importa o mundo cinza
E toda flor e todo azul
Castelo na rocha
Fingindo não haver mundo ao seu redor
Águia majestosa
Se deliciando com o vento e só o vento
Imaginando o formigueiro estático muito longe
Mergulhando no céu infinito de paz
E só, e só
E não há, só há
E há de ser
Sempre será
E não

Uma possível descrição do

Uma possível descrição do AmorUma possível descrição de DeusMas Deus é Amor, né? Que lindo ^^

pensando no que isso poderia

pensando no que isso poderia descrever, também acho que seja uma provável descrição do amor.não sei se amor de pessoas, mas só me parece amor.

"Doce aroma de chuva

"Doce aroma de chuva alegre..." Que delícia de poema. Parabéns!Foi bom ter vindo.bjk:)

olha só... não sei como ainda

olha só... não sei como ainda consigo me olhar no espelho... q vergonha! q lastima ser a 1º vez a visitar tuas letrinhas...bom, tentarei tornar isso um hábito...*feliz em ler coisas escritas por você....bjuss

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Mais informações sobre as opções de formatação