A pergunta do Natal

Uma luz brilhou
desceu à Terra
rachou-a
partiu tudo ao meio

Ódio, temor
meu poder desafiado
meu desejo negado
Meu deus é meu?

Amor, humilde...
Reino de serviço e sofrimento
pecado, arrependimento, perdão
reconciliação

O sentido disso tudo?
Um confronto, uma decisão
seguir a estrela ou matá-la
dentro de si
Amar a manjedoura
ou pregar os pregos.

Não há festa sem caminho
senão a ceia se torna descaminho
Um coral, com belas palavras
esconde por pouco tempo
um coração duro

O sentido do Natal?
Um fato
e uma pergunta
que exige resposta

--
Escrito no próximo ao natal de 2011