No Caminho do Mar Morto

Se enxergo já não sei
Se vejo é só o que tem
E nada de se seguir
Quem vem mais além
Nessa estrada morta de Davi
Com cegos pelos cantos
Só a gritar
Só a gritar...

Só se pode entrar aqui
meu caro amigo
se me derrubar meu templo
Se você manda por aqui
respeitado senhor
pergunta o que não quero

e me destrói, me corrói, não sou nada...

Sião das leis chegou ao fim...
Em você me encontro enfim.

--

Existe um projeto de alguns amigos de se produzir músicas próprias para uma futura banda. Esse poema foi escrito para isso, e já se tornou música. Espero poder colocar em breve alguma gravação dele... Essa aqui também virou..

parece desespero...Ainda bem

parece desespero...Ainda bem que há uma chave pra abrir a porta.

poupe-me dos seus comentários

poupe-me dos seus comentários sidão....a música já virou sucesso e não tem ninguém desesperado aqui não...fala sério....

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Mais informações sobre as opções de formatação