Não necessita de título, escrito ontem...

Hoje, vi uma flor
Tinha crescido no jardim
Eu a plantei
Mas não sozinho
É pequena
Mas é bela
Cresce, brilha
Brilha nos olhos
Olhos errantes
Se desviam para longe
Focam nas borboletas
Que voam livres
E vêm embrulhar
O estômago
Que nadam soltas
E vêm nos tirar
O fôlego
São belas, assim como a flor
Ridiculamente bonitas...