Mestre Campos

Às Vezes
Álvaro de Campos

Às vezes tenho idéias felizes,
Idéias subitamente felizes, em idéias
E nas palavras em que naturalmente se despegam...

Depois de escrever, leio...
Por que escrevi isto?
Onde fui buscar isto?
De onde me veio isto? Isto é melhor do que eu...
Seremos nós neste mundo apenas canetas com tinta
Com que alguém escreve a valer o que nós aqui traçamos?...

Me identifico com o "Depois

Me identifico com o "Depois de escrever, leio...Por que escrevi isto?" rsSim, 5:50, poema da insônia. hahahaAh, A-PRO-VA-DA! Yeah (Dancinha da vitória).Bjo, God Bless U!

*.* - eu já falei que adoro

*.* - eu já falei que adoro ele? ou melhor, o fernando pessoa? ou ele? ou o fê? ou ele?... whatever: amo!

Acho que Pessoa é genial na

Acho que Pessoa é genial na sua poesia, mas dentro de Campos assume um brilho inexplicavelmente bonito.

Nossa, honestamente não

Nossa, honestamente não consigo me lembrar de ter lido e ainda por cima ter gostado tanto à ponto de publicar aqui. Que estranho... Bom, pensando bem, é bom poder se maravilhar duas vezes como se fosse a primeira... =P

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Mais informações sobre as opções de formatação