Loucura » Fé » Sabedoria?

Voltando ao mundo, comecei à colocar no papel alguns pensamentos que me tem sobrevoado a cabeça. Eles vêm e vão, e as vezes não voltam. Mas consegui capturar alguns, e outros eu espero que voltem um dia, mais maduros.

"O cristianismo se auto-declarou a verdade eterna e essencial que veio à tona no tempo. Ele requer uma interioridade de fé que é uma ofensa à Judeus e loucura à Gregos. Ele requer coragem para acreditar naquilo que é logicamente absurdo. E seria mesmo estranho se o Cristianismo tivesse vindo ao mundo apenas para oferecer uma explicação lógica das coisas, com se Jesus tivesse sido meramente um filósofo. O Cristianismo veio ao mundo para demandar uma resposta passional de cada indivíduo." Søren Kierkegaard

"Pois as Escrituras Sagradas dizem:

'Destruirei a sabedoria dos sábios e acabarei com o conhecimento dos instruídos.'

Então, o que poderão dizer os sábios e os instruídos? O que vão dizer os grandes oradores deste mundo? Deus tem mostrado que a sabedoria deste mundo é loucura.
Pois Deus, na sua sabedoria, não deixou que os seres humanos o conhecessem por meio da sabedoria deles. Pelo contrário, resolveu salvar àqueles que crêem e fez isso por meio da mensagem que anunciamos, a qual é chamada de "louca". Os judeus pedem milagres como prova, e os não-judeus procuram a sabedoria. Mas nós anunciamos o Cristo crucificado - uma mensagem que para os judeus é ofensa e para os não-judeus é loucura. Mas para aqueles que Deus tem chamado, tanto judeus como não-judeus, Cristo é o poder de Deus e a sabedoria de Deus. Pois aquilo que parece ser loucura de Deus é mais sábio do que a sabedoria humana, e aquilo que parece ser a fraqueza de Deus é mais forte do que a força humana." Primeira Carta aos Coríntios, capítulo 1.

Quando nos deparamos com os problemas de nossa vida e da igreja, frequentemente raciocinamos muito para descobir sua causa, para entender a nossa situação. Recorremos à livros: "10 Passos para o Sucesso (do Cristão)" "5 passos para uma igreja renovada", etc... Que são métodos surgidos de uma visão bastante racional. Veja, não estou colocando "racional" como "anti-sobrenatural". O sobrenatural, das curas e milagres, na verdade também é dissecado pelas mentes que se vangloriam de ter compreendido Deus. Nossa forma de pensar e de ver o mundo é originária dos filósofos clássicos, o mundo ocidental. E mesmo nossa fé, que insistimos que seja real, é produto de nossa compreensão puramente lógica. Cremos naquilo que nos faz sentido. Analisamos os fatos ao nosso redor, como uma criança analisa as peças de um quebra-cabeça. Como um enxadrista procura prever as jogadas, fazemos o mesmo com a fé. Devemos sim, parar e gastar tempo com preciosidades das Escrituras como essa, de Paulo, que desmascara nossa arrogância objetiva, desconstrói nossa prisão, que nós mesmos criamos em nossa cega vontade de controlar nosso destino, e nos apresenta uma loucura, uma liberdade, muito além do que a sabedoria humana pode alcançar. Não é largar a razão, mas entender que não é dela que é feita nossa relação com Deus.

entendo o que quer dizer. eu

entendo o que quer dizer. eu acho que nos devemos sim, com muita racionalidade, saber o porque estamos buscando Deus e tal, mas a nossa relacao com Deus eh exatamente o nao-racional. ou seja, buscamos porque sabemos que temos, mas sabemos porque nossa relacao nos fez saber.um amigo meu, hoje ateu, la dos EUA, filho de pastor disse q deixou a igreja, entre muitos motivos, porque pra ele a fé podia existir ou por ouvir ou por experimentar e com tantos "booms" de milagres e curas nao conseguia confiar em testemunhos de pessoas. ou seja, a fe tem q ser vivida, depois disso, alimentada racionalmente.

"Quanto aos santos que há na

<>"Quanto aos santos que há na terra, são eles os notáveis em quem tenho todo o meu prazer."<>Salmos 16:3Todos os dias quando abro a telinha tenho o prazer de receber um presente de Deus. Hoje meu presente foi você. Vou linkar seu blog e indicar para outros "anjos" e alguns descrentes que precisam conhecer melhor o Senhor da Graça, o Cristo verdadeiro que estamos descobrindo.Obrigada e volte sempre ao meu cantinho. Paz!:)

Belíssima palavra Glauber...

Belíssima palavra Glauber... talvez o conceito de racional, visto tal discussão, seja passível até de ressignificação... mas com certeza tenho de concordar contigo: mujitas vezes jogamos fora a nossa não-explicação, ao invés de simplesmente nos ajoelharmos perante a magistralidade do imcompreensível...Abraço

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Mais informações sobre as opções de formatação