Ex-morto = vivo ?

"A ressurreição de Jesus deve ser experimentada como algo maior do que um evento histórico passado. Caso contrário, é despojada de seu impacto presente."
(...)
"Em outras palavras, a ressurreição tem de ser sentida como presença do ressurreto.(...)"
"Nossa esperança está indissociavelmente relacionada com a consciente atenção a respeito da presença do ressurreto.(...)"
"Viver consciente do Cristo ressurreto não é algo que o entediado e o solitário perseguem trivialmente, nem um mecanismo de defesa que nos capacita a respeito do estresse e do pesar da vida. É a chave que destranca a porta da compreensão do significado da vida. todo dia, o dia inteiro, estamos sendo transformados à imagem de Cristo.(...)"
"A consciência da presença do ressurreto tem como efeito a integração da intuição com a vontade, da emoção com a razão."

Trechos do capítulo "A Presença do Ressurreto" do livro "O Impostor que Vive em Mim" - Brennan Manning (ênfase adicionada)

"(...)Kierkegaard believed the Christian must respond to the "contemporary" Christ, present in spirit here and now. the essence of Christianity is that God became man; and this truth transcends history and culture, and defies any historical account".

Daily Readings with Søren Kierkegaard - Robert van der Weyer

"Bate o sino,
Pequenino
Sino de Belém
Já Nasceu
Deus-menino
Para o nosso bem."

...

Nasceu
Cresceu
Morreu
...
E daí?
Ressucitou
Aos céus subiu
Mas a pergunta
Meu caro
É se esse judeu aí,
Muito boa gente, não duvido,
Toma café comigo...
Se fé ou não-fé
Que importa
Se é só história?

E se ele batesse na porta hoje?
Ficaria triste...
O cara não é visita não
Abre a geladeira e pega o que quiser
Se ele batesse na porta
Tudo que sou hoje
Seria um punhado de lixo

Ó, seguinte,
Tô lendo a história
Aquela do menino no estábulo
Nasceu como escória
Mas vou ler diferente
Porque a história de verdade
Aquela que se conta com gosto
É aquela que você tá no meio
É o causo que você viu todinho
E viveu, e vive hoje
Pode ser rei-mago, manjedoura, Belém
Pode ser fariseu, cruz, Jerusalém
Ele sempre me conta aqui do lado
E é sempre muito além
Do que um punhado de ditado.

É, meu véio... o Véio vive.

É, meu véio... o Véio vive. Vive e e vive muito.E a gente de tão bobo acha que o passado passou... passou nada.E quem acha que passou... tá passado.

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Mais informações sobre as opções de formatação